Bambini in un centro di assistenza Foto Riccardo Venturi

 

A Save the Children divulgou um relatório, esta a segunda-feira, que dá conta de que 13.6 % das crianças e adolescentes vivem em extrema pobreza na Itália. A organização não governamental inglesa concluiu que 1.346 000 menores vivem em péssimas condições financeiras, um aumento de 209 mil que 2020.

Segundo a ONG, as consequências da covid-19 agravou a situação das famílias mais pobres e consequentemente de seus menores.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here