Mali está suspensa de participar das actividades da União Europeia devido a inconstitucionalidade que o país vive. Em nove meses aconteceram dois golpes de Estado perpetrados militares, o último aconteceu em Maio deste ano.

O Mali também foi afastado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental. A União Africana pediu ainda o estabelecimento de condições para o regresso a uma transição democrática sem entraves, transparente e rápida.

Aquele país tem sido palco de golpes de Estado desde 1968 sendo que outros aconteceram em 1991, 2012,  2020 e 202.  Mali está propenso a sofrer sansões internacionais devido a constante violação  das leis de um Estado Democrático.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here