A ONG Sala da Paz, divulgou, hoje, uma notícia que dá conta do rapto de Ntamuhanga Cassien, um jornalista ruadês que está em Moçambique há quatro anos devido a perseguição política em seu país de origem.

O jornalista de 37 anos de idade já ocupou o cargo de director da Rádio e Televisão cristã ruandesa. Em seu país é conhecido como crítico do regime de Paul Kagame, razão que contribuiu para que fosse condenado a 25 anos de prisão na sua terra natal por conspiração contra o Governo e cumplicidade em acto terrorista.

Segundo a Sala da Paz que cita a Associação dos Ruandeses Refugiados em Moçambique (ARRM), o jornalista foi sequestrado em Inhaca no dia 23 de Maio por oito indivíduos desconhecidos. Os criminosos apresentaram-se como agentes da Polícia.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here