Morreu, hoje, o músico e docente moçambicano, Hortêncio Langa , por complicações relacionadas a covid-19.
O músico e académico  interessou-se pela área musical ainda novo, quando residia em sua terra natal, Gaza, sul de Moçambique.

“Na década de 1980, Hortêncio Langa fundou o icónico grupo local Alambique, cuja música tem marcas de marrabenta, jazz blues ou rock. A sua base inicial integrava Arão Litsure, Celso Paco, Childo Tomás e Aderito Gomate”, lê-se no artigo da Lusa.

Igualmente, foi docente na Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane. Hortêncio Langa deixa viúva e quatro filhos, três deles, também trabalham na área musical.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here