O comandante-geral da Polícia da República de Moçambique, Bernardino Rafael, revelou que esta classe profissional, é uma das que mais está exposta a covid-19. São no total 22 polícias que morreram vítimas da covid-19, de um cumulativo de 561 óbitos desde a entrada da pandemia no país.

Segundo a Lusa, o dirigente sublinhou a necessidade de prevenção e lamentou as mortes já ocorridas.
“São colegas nossos que morreram e isso é um alerta para todos nós, mostra que estamos expostos e vulneráveis à covid-19”.

Na última actualização feita pelo Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas registou-se 898 novas infecções, 947 recuperados e 10 mortes. O Sistema de saúde contabiliza 19.148 casos activos, dos quais 279 em estado grave internados em hospitais e Centros de isolamento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here