A marca de Yeezy, uma das maiores no ramo do tênis está a processar um ex-estagiário por violar acordos. Kanye West, fundador da empresa, tornou a empresa bilionária com a parceria com a Adidas e mantém o sigilo em relação a seus projectos.

O que sucede é que a empresa contratou um estagiário de nome Ryan Inwards que quebrou acordo de sigilo. Ele publicou fotos da marca no Instagram, algo proibido pela empresa, noticiou o The Hollywood Reporter. Nada sobre os bastidores da Ywezy poderia vazar, muito menos em redes sociais.

Ryan Inwards publicou repetidas vezes, a empresa pediu para que ele apagasse algo que não foi possível segundo a publicação da Rapmais. Portanto, a empresa abriu um processo judicial em Los Angeles contra o ex-estagiário e exige uma indenização de 500 mil dólares e devolução das fotos.

A empresa argumenta que o acusado agiu de forma maliciosa, porque rejeitou as advertências após a publicação dos conteúdos.

A marca Yeezy ganhou um espaço no mercado com roupas e calçados virados ao tênis.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here